“Teatro Cego – O Grande Viúvo” terá apresentações gratuitas durante o mês de agosto

Teatro Cego – O Grande Viúvo” terá apresentações gratuitas por aparelhos culturais da cidade de São Paulo. Serão oito espetáculos que acontecem nos finais de semana do mês de agosto.

Depois do sucesso de público e crítica na estreia em 2012, o espetáculo “Teatro Cego – O Grande Viúvo” ganhou visibilidade no universo cultural, se apresentando na rede SESC, Teatro Tucarena, Itaú Cultural, Sérgio Cardoso e outros, sempre com bilheteria esgotada nas apresentações e repercussão positiva nas mídias digitais e tradicionais.

Após inúmeras apresentações na capital paulistana, o espetáculo também circulou pelo interior do estado de São Paulo, tendo passado por Araraquara, Bragança Paulista, Sorocaba, entre outras.

Os Sentidos

Todo o desenvolvimento da trama acontece em um local completamente escuro, fazendo com que os espectadores, sem que possam contar com a visão, tenham que se valer de todos os seus outros sentidos (olfato, tato, paladar e audição) para compreenderem o conteúdo da peça.

Durante o espetáculo, sons, vozes e cheiros chegam aos espectadores vindos sempre de locais diferentes, dando a sensação de que eles estão realmente inseridos no ambiente cênico.

Essa condição ímpar insere o público no universo dos deficientes visuais, que se utilizam desses quatro sentidos, somados à intuição, para compreenderem o mundo ao seu redor.

Sinopse

A peça é baseada no conto “O Grande Viúvo” extraído do livro “A Vida como ela é”, de Nelson Rodrigues, e conta a história de um viúvo que, após ter perdido sua amada esposa, comunica à família que também quer morrer e ser enterrado junto à falecida. Porém, não antes de construir um mausoléu, onde os dois corpos, o dele e o da esposa, deverão repousar lado a lado. A família, inconformada, tenta a todo custo convencê-lo a desistir do suicídio, mas tem apenas o tempo da construção do mausoléu para fazê-lo. Enfim, encontra uma forma inescrupulosa, baseada em calúnias sobre a falecida, de evitar a tragédia. Mas o resultado disso tudo acaba sendo totalmente inesperado para todos.

Seu elenco é formado por 6 atores, sendo 3 deles cegos, e mais 3 músicos, que possuem o desafio de tocar ao vivo na escuridão.

Serviço:

Teatro Arthur Azevedo: 6 e 7 de agosto (Sab às 21h e Dom às 19h);

Teatro Zanoni Ferrite: 13 e 14 de agosto (Sab às 20h e Dom às 19h);

Teatro Leopoldo Fróes: 20 e 21 agosto (Sab às 20h e Dom às 19h);

Teatro Martins Penna/Centro Cultural da Penha: 27 e 28 de agosto (Sab às 20h e Dom às 19h).

Entrada gratuita em todas as apresentações!

Leave a reply

Your email address will not be published.

Inscreva-se