26 de Maio – Dia Nacional de Combate ao Glaucoma

O dia 26 de maio é dedicado ao Combate Nacional ao Glaucoma. A doença é considerada a maior causa de cegueira irreversível no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O problema atinge cerca de 65 milhões de pessoas no planeta e é o motivo de 4,5 milhões de casos de perda total de visão, de acordo com a Associação Mundial do Glaucoma. Embora não tenha cura, o glaucoma pode ser tratado quando o diagnosticado precocemente.

O diagnóstico precoce é muito importante já que o glaucoma é assintomático. A pessoa só percebe que está perdendo a visão quando a doença está  avançada. Portanto, o ideal é que a partir dos 40 anos, ao menos uma vez por ano, seja feita uma consulta com o oftalmologista e exames de rotina.

O que é Glaucoma?

O glaucoma é uma doença que causa uma pressão intraocular, provocando uma lesão no nervo ótico e consequentemente comprometendo a visão. Se não for tratado adequadamente pode levar à cegueira.

Existem fatores de risco que favorecem o aparecimento da doença, como idade avançada, hipertensão arterial, miopia elevada, raça negra e hereditariedade – transmissão para pessoas da mesma família. Há, no momento, uma ampla discussão sobre a possibilidade de o diabetes ser ou não um fator de risco.

Prevenção e Tratamento do Glaucoma:

A partir dos 40 anos de idade é necessário visitar o oftalmologista para olhar o nervo e medir a pressão interna do olho para saber se há indícios de desenvolvimento de um glaucoma. Para diagnosticar a doença o oftalmologista, irá pingar uma gota um colírio específico em cada olho e em seguida encostar o tonômetro,aparelho usado para realizar o procedimento, em seu olho para medir a pressão intraocular. O procedimento é simples e indolor.

A perda visual causada pelo glaucoma é irreversível, mas pode ser controlada ou atrasada, mediante tratamento apropriado. Em geral, o tratamento, tem início com a utilização de colírios para reduzir a hipertensão ocular e evitar o aparecimento de novas lesões no nervo óptico. Se o resultado não for o esperado, é possível realizar a cirurgia de trabeculectomia, mas esta geralmente é sugerida em último caso ou em casos especiais.

Fique atento e mantenha seus exames em dia, conscientização e informação são à base para uma sociedade saudável.

Fontes:
Organização Mundial de Saúde (OMS): http://www.paho.org/bra/
Banco de Olhos de Sorocaba (BOS): http://ares.hosbos.com.br/blog/
Associação Mundial do Glaucoma: http://www.sbglaucoma.com.br/
Sociedade Brasileira de Oftalmologia: http://www.sboportal.org.br/rbo.aspx

Leave a reply

Your email address will not be published.

Inscreva-se